Triatlo Internacional de Quarteira

Taça da Europa Elites
A competição feminina foi a primeira a arrancar às 13h45, com Vera Vilaça a revelar uma excelente performance nos dois primeiros segmentos, sendo a primeira atleta a sair da água, formando no ciclismo um grupo de três atletas com Laura Lindemann, da Alemanha e Sophie Alden, da Grã-Bretanha. As três atletas mantiveram-se juntas desde a segunda volta da natação até ao final do segmento do ciclismo, trabalhando em conjunto durante a maior parte do percurso.
Madalena Almeida, a triatleta nacional melhor classificada em prova, seguiu no grupo perseguidor com oito atletas a cerca de um minuto de diferença do grupo líder. Vera Vilaça descolou na corrida, com Laura Lindemann a arrancar acabando por ficar no ótimo 6º lugar, com 02:09:15.
Madalena Almeida adquiriu vantagem na corrida, ultrapassando a sua compatriota e chegando num excelente 5º lugar, com 02:09:04, uma posição acima de Vera.
Andreia Ferrum seguiu no terceiro grupo de ciclismo e acabou por terminar na 13ª posição, Lilana Alexandre na 23ª posição, com 02:18:00, em 26ª Inês Oliveira com 02:19:17, Ana Ramos, na 27ª com 02:19:37,
Na prova masculina foi Alexandre Nobre o melhor português ao alcançar a na 16ª posição com 01:53:41, mantendo-se no segundo grupo do ciclismo, juntamente com Tiago Fonseca que ficou na 22ª posição com 01:54:41, na sua estreia como elite.
Estes dois atletas seguiam no segundo grupo de ciclismo, que esteve a cerca de um minutos do grupo da frente, distância que o grupo líder foi aumentando, pelo que dificultou o resto da prova.
João Mansos ficou na 31ª com 01:56:29, Digo Silva, Luís Lopes e Guilherme Pires em 41ª, 42ª e 43 lugares com 01:58:28, 01:58:45 e 02:00:07. Bernardo Aguiar ficou em 47º com 02:01:17.
O espanhol Alberto Garcia foi o primeiro atleta a passar a meta, com 01:50:28, seguindo de Ben Dijkstra, da Grã Bretanha com 01:50:29 e quem fechou o pódio foi Vetle Bergsvik Thorn com 01:50:31.

Taça da Europa Juniores
A Taça da Europa de Quarteira foi também uma prova de critério para o Campeonato da Europa, que contou com elevado nível internacional e com uma performance dos nossos atletas ao mais alto nível com Gabriela Ribeiro e Ricardo Batista a conquistarem as medalhas de prata desta competição e três atletas no top 10 na prova feminina como masculina. Nas juniores femininas Gabriela Ribeiro na segunda posição, Maria Tomé em quinto e Inês Rico em oitavo, nos masculinos Ricardo Batista foi segundo, Alexandre Montez chegou em sexto e José Vieira ficou em décimo.
A primeira prova começou às 8h45 com as juniores femininas, com Gabriela Ribeiro a assumir a dianteira desde o início, liderando a natação, sendo a primeira atleta a sair da água, com uma diferença de 38 segundos para a segunda. Gabriela Ribeiro ainda iniciou o segmento de ciclismo sozinha, mas foi rapidamente apanhada pelo grupo perseguidor de cerca de nove atletas, uma situação habitual no Triatlo, onde seguia também outra atleta nacional, a Maria Tomé.
Decidiu-se tudo na corrida, com Gabriela Ribeiro a fazer uma corrida forte, juntamente com a triatleta da Itália, Beatrice Mallozzin, com quem se manteve até ao final, num último segmento muito disputado.
De referir que o nível foi muito elevado, com mais duas atletas portuguesas no top ten com Maria Tomé em 5º e Inês Rico na 8ª posição. Mariana Vargem foi 20º com 01:06:03, Joana Miranda, 29º com 01:08:04,
Em primeiro lugar ficou a italiana Beatrice Mallozzi com 01:03:29, Gabriela Ribeiro ficou na segunda posição com 01:03:41 quem fechou o pódio foi Emilie Noyer 01:03:48.
Na prova masculina Ricardo Batista conseguiu alcançar o segundo lugar numa emocionante prova que terminou ao sprint, com um segundo de diferença para a primeira posição conquista por Matthew Willis da Grã Bretanha.
Ricardo fez uma boa prova de natação, saindo entre os primeiros lugares e inseriu-se no primeiro grupo de ciclismo, juntamente com Alexandre Montez.
De lembrar que estes dois atletas fizeram uma excelente época com Ricardo Batista a conquistar a Medalha de Ouro na Taça da Europa de Tabor, a Medalha de Ouro no Campeonato Europa por estafetas mistas ou o 4º lugar no Campeonato Europa de Tartu. Alexandre Montez, outro júnior já um currículo desportivo marcante, foi vice-campeão no Jogos Olímpicos de Juventude e conseguiu a medalha de ouro na prova por estafetas mistas desta competição.
O grupo de quatro onde seguiam Ricardo Batista e Alexandre Montez foi crescendo ao longo da prova, juntando-se um grupo grande que começou quase em simultâneo a corrida.
Na prova masculina Portugal teve também três atletas no Top 10, tal como aconteceu na prova feminina, com Ricardo a conquistar a segunda posição com o tempo de 00:57:52, um segundo a mais do que o vencedor, Alexandre Montez a ficar na 6ª posição com 00:58:13 e José Vieira a fechar o top 10 com 00:58:39.
Alexandre Silva foi 21º com 00:59:26, André Bôto 29º com 00:59:52, Alexandre Ribeiro, em 34º com 01:00:04, Gonçalo Oliveira 37º com 01:00:15, Afonso do Canto foi 41º com 01:00:26, Diogo Gonçalves 46º com 01:00:41, João Dias 54º com 01:02:25 e Rui Sousa, 61º, com 01:04:57.

Resultados Elites Femininas 
Resultados Elites Masculinos
Resultados Juniores Femininas
Resultados Juniores Masculinos

Após um ano cheio de surpresas positivas, com o reconhecimento feito à Câmara Municipal de Loulé pela Federação de Triatlo de Portugal com a atribuição do prémio “Organizador do Ano” para a prova desportiva Triatlo Internacional de Quarteira e a nomeação do mesmo para “Prova do Ano” pela European Triathlon Union, Quarteira volta a ser palco de uma das mais prestigiadas provas de Triatlo em Portugal, nos dias 27 e 28 de Abril.
À semelhança de edições anteriores, o evento conta com cerca de 300 atletas estrangeiros (provenientes de 35 países), nomeadamente europeus, mas também a presença dos melhores triatletas nacionais.
Desde o ano de 2009 o Triatlo Internacional de Quarteira insere-se na Taça da Europa de Elites e Juniores e na Taça de Portugal. O evento presta homenagem ao principal promotor da prova, o Professor Carlos Gravata, que foi o grande mentor, organizador e impulsionador da competição.

Conferência de Imprensa